Voluntários do PMI São Paulo engajados no Programa de Inovação Social

voluntarios engajados1

Voluntários do PMI São Paulo engajados no Programa de Inovação Social

O PMI São Paulo, através da diretoria de Projetos Sociais, possui um Programa de Inovação Social com o objetivo de apoiar micro empresas na gestão de suas atividades.

O microempreendedor L Pinheiro Sucatas atua no ramo da Reciclagem há cerca de um ano, na região de Campinas. Ele é formado Tecnólogo em Logística e emprega mais uma pessoa em seu empreendimento socioambiental.

O local em que ocorre a coleta e separação do material é um terreno alugado de 300m². Nele o empreendedor recicla os seguintes materiais: papelão, plástico, sucata, cobre, alumínio, jornal e vidro. A coleta do material é feita em algumas empresas conveniadas e supermercados através de uma Kombi, e também através da compra de materiais no posto de coleta.

voluntarios engajados2O processo de reciclagem funciona em 4 etapas: coletores (pessoas que coletam pequenas quantidades na rua), receptores primários (pequenos empreendedores que juntam esse material para revender em quantidades maiores), receptores secundários (empreendedores que coletam  material em grande quantidade de receptores menores, e vendem para usinas de reciclagem), e as usinas que é a última etapa do processo, onde o material é processado e só recebem materiais em alta quantidade.

Foi realizado um primeiro encontro do Núcleo de Inovação Social ao local do empreendimento, em Campinas. Além de apresentar a Equipe e conhecer pessoalmente o Empreendedor, a proposta do 1º encontro foi avaliar um primeiro diagnóstico de seu negócio: melhorar a visão da realidade do Empreendedor e seu empreendimento, o que permitiu identificar suas necessidades, demandas, potenciais pontos de melhoria e, principalmente, como o Núcleo poderá melhor ajudá-lo.  

Como resultado da primeira visita, o Núcleo de Inovação Social elegeu os primeiros objetivos da iniciativa, buscando endereçar algumas necessidades mais essenciais do Empreendedor:

  • Estabelecer um fluxo de caixa do negócio; já que o empreendedor não possui nenhum tipo de controle das informações de entrada e saída de dinheiro.
  • Mapear o processo (s) do negócio; para melhor identificar falhas ou pontos de melhoria de forma holística dos processos de core business.