Resultado das Eleições 2018

O Comitê Eleitoral 2018 do Capítulo São Paulo do PMI comunica os eleitos para os cargos de Presidente, Vice-Presidente de Operações, Vice-Presidente Administrativo, Vice-Presidente Financeiro, Conselheiros de Governança e Conselheiros Fiscais para o biênio 2019/2020.


Presidente

  • Nelson Rosamilha

VPO – Vice Presidente de Operações

  • André Luis Fonseca Ricardi

VPA – Vice Presidente Administrativo

  • Raimundo José Lopes Gomes

VPF – Vice Presidente Financeiro

  • Acílio Marinello


Conselheiros de Governança

  • Farhad Abdollayan
  • Monica Mancini
  • Pedro Branco
  • Vladimir Antonio Mininel

Conselheiros Fiscais

  • Ana Claudia Esteves Calife

Segue a relação de votos:

Presidente

  • Nelson Rosamilha: 267 votos = 58%
  • Sérgio Ricardo do Nascimento: 177 votos = 38%
  • Votos em branco: 20 = 4%

VPO – Vice-Presidente de Operações

  • André Luis Fonseca Ricardi: 410 votos = 88%
  • Votos em branco: 54 = 12%

VPA – Vice-Presidente Administrativo

  • Raimundo José Lopes Gomes: 396 votos = 85%
  • Votos em branco: 68 = 15%

VPF – Vice-Presidente Financeiro

  • Acílio Marinello : 274 votos = 59%
  • Anderson Sales : 124 votos = 27%
  • Votos em branco: 66 votos = 14%


Conselho de Governança

  • Farhad Abdollayan : 321 votos = 27%
  • Monica Mancini : 338 votos = 28%
  • Pedro Branco : 268 votos = 23%
  • Vladimir Antonio Mininel : 264 votos = 22%
  • Votos em branco: 33 = 7,2%


Conselho Fiscal

  • Ana Claudia Esteves Calife : 412 votos = 89%
  • Votos em branco: 52 votos = 11%

Tivemos 464 associados votantes, 15,85% dos associados.

A posse será realizada durante a Assembleia Geral Extraordinária agendada para 30/10/2018, na sede do PMI São Paulo às 19h00.

 

CANDIDATOS ELEITOS

Presidente (01 vaga)

Nelson RosamilhaCandidato: Nelson Rosamilha

Mini currículo:

Nelson Rosamilha é formado em processamento de Dados pela Universidade Mackenzie, possui pós-graduação em Administração Contábil e Financeira pela FAAP, MBA em Gerenciamento de Telecomunicações pela FAAP/Pen State University, Gestão de projetos pela Amdocs Business School de Israel, Gestão Executiva pela La Verne University e é mestre em Administração de Empresas pela PUC-SP em gestão do conhecimento.

É certificado PMP, PMI-ACP, Prince 2 Practitioner e Black Belt; coautor de livro de Certificação Prince 2 Foundation e de Governança Corporativa.

Ocupou diversos cargos de direção executiva e de Vice-Presidência em empresas nacionais e multinacionais como IBM, INDRA, Comverse e Amdocs , onde atuou em projetos de ciclo de desenvolvimento de software, SAP, infraestrutura e serviços gerenciados em empresas do Brasil, LATAM e Estados Unidos. Possui 25 anos de experiência em empresas de consultoria de tecnologia de informação em segmentos de telecomunicações, indústria, finanças e governo atuando em linhas de negócio de projetos, serviços gerenciados, segurança, transformação digital, SAP e desenvolvimento de software atuando em clientes no Brasil, América Latina, Estados Unidos, Europa e Ásia. É professor de Gerenciamento de Projetos e Excelência Operacional em cursos de Pós-Graduação em São Paulo


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

Pelo PMI-SP foi coordenador de grupo de estudos técnicos, Diretor de Estudos Técnicos, Diretor de Filiação, Coordenador do SIG-Telecom, membro do Conselho Fiscal e Diretor de Programas. Atualmente é Diretor de Professional Services e Customer Success.

 

Como pretende contribuir:

Atuei no capítulo como coordenador de estudos técnicos, diretor de estudos técnicos, diretor de filiação e coordenador do extinto SIG Telecom. Nos dois úlimos anos como membro do conselho fiscal em 2017 e em 2018 como diretor de programas onde estamos revitalizando nossa loja física de produtos, de comércio eletrônico e, revitalizando o prêmio voluntário do Ano.
Como Presidente, quero liderar a transformação do capítulo para que juntos possamos responder rapidamente aos desafios que nossa sociedade e consequentemente nossa comunidade de associados enfrena: educação continuada, transformação digital e questões sócio-econômicas e transformação de nossa profissão. Os desafios que iremos superar através do engajamento colaborativos dos associados são:
• Desemprego, onde nossos membros deveriam contar com o apoio continuado do capítulo,
• retenção com a criação de serviços exclusivos que criem valor,
• melhorar a qualidade das ofertas de trabalho voluntário para que possamos desenvolver habilidades e aprender novas disciplinas de gestão,
• expandir os branchs para que possamos atingir o interior do estado de forma sustentável juntamente com as iniciativas de projetos para os associados,
• proporcionar aos associados um canal de comunicação com a Presidencia e,
• criar um serviço de ombudsman para nos ajudar a entender como podemos melhorar ,
• transformação digital de nossos serviços e, de apoio à comunidade,
• melhor rentabilidade financeira de forma permitir que novos investimentos sejam feitos em benefício dos membros ,
• programas educacionais alinhados ao triângulo de talentos que proporcionem à nossa comunidade serviços de aprendizado com foco em métodos disruptivos, novas tecnologias, programas de certificações, gestão de mudança, cloud, digital, industria 4.0 e tendências ágeis, com forte preocupação quanto à transformação da profissão
• revisão de nossa grade educacional, congressos e eventos de forma que possamos acompanhar as tendências de aprendizagem mais modernas como:ensino híbrido, gamificação, realidade aumentada, aprendizagem móvel e plataformas de educação
• criação de canais de comunicação onde profissionais com diferentes cargos e senioridade possam discutir e compartilhar idéias e problemas
• participar das questões sociais onde o capítulo possa ofertar seu conhecimento de modo que a comunidade (por exemplo ONGs) possam executar seus projetos socias e reverter parte de nosso trabalho para o benefício das comunidades carentes através de programas sociais solidários.


Plano de trabalho:

Sob esta liderança dedicarei 48 horas mensais para juntamente com nossos voluntários atuarmos na transformação do capítulo nas seguintes frentes:
Govenança
• Estruturar as contas financeiras e processos de governança para melhorar o monitoramento de nossas operações,
• Criar canal de ombudsman para ouvir a comunidade de projetos de forma imparcial
Associados
• Reter os associados através de práticas de Customer Success
• Criar serviços exclusivos aos associados de capacitação educacional para aumentar a empregabilidade
• Estabelecer programa de recolocação e primeiro emprego em gerencimento de projetos
• Manter os programas educacionais atuais e criar novos: ACP®,RMP®,PBA® e PfMP®
Institucional
• Ações de marketing e comunicação para reforço da marca, produtos e serviços junto à comunidade e entidades públicas e privadas
• Colaborarmos como indutores das grandes discussões dos projetos em nosso estado e regiões dos branchs
• Criar canal de apoio aos branchs para potencializarmos sua rápida expansão
• Compartilhar temas apresentados em congressos onde o capítulo se fez presente
• Estabelecer um ombudsman do capítulo
Parcerias
• Fomentar ações junto às entidades educacionais para aumentar o número de associados e ofertar serviços de capacitação utilizando novas tecnologias e aprendizagem
• Instituir oficina de idéias para criação de programas inovativos e disruptivos esclusivo para associados

 


 

VPO – Vice-Presidente de Operações (01 vaga)

Andre RicardiCandidato: André Luis Fonseca Ricardi, PMP

Mini currículo:

André Ricardi, PMP, é especialista em gerenciamento de projetos, programas e portfólios há mais de 25 anos, com atuação em projetos nacionais e internacionais em empresas financeiras, de logística, comércio exterior e indústria, destacando entre elas Santander/Banespa, König, Hexa Solution, Wilson Logistics, Leschaco, Santander, Verano, Perrotti Partners, Bradesco, Capgemini, METSO e Crediclass. Participou em mais de 30 projetos, sendo em 24 deles como gerente de projetos ou líder.
• Diretor de Programas do Capítulo São Paulo do PMI de 2015 a 2018.
• Autor do livro “EASYBOK: Um Guia de Sobrevivência para o Gerente de Projetos”.
• Revisor técnico do livro "Gerência de Projetos - Guia para o Exame Oficial do PMI", da autora Kim Heldman. Edições de 2009 e 2014.
• Organizador da Coleção Grandes Especialistas Brasileiros em Gerenciamento de Projetos (14 volumes), publicada pela Editora Elsevier em 2014.
• Pós-graduado em “Docência no Ensino Superior” e Bacharel em análise de sistemas, atua como professor há 33 anos, sendo há 13 anos em pósgraduação e há 20 em graduação.
• É coordenador dos cursos de pós-graduação “Gerenciamento de Projetos — Práticas do PMI” e “Gestão Estratégica de Portfólio de Projetos e PMO” do SENAC.
• Atuou como docente na FGV, FATEC-SP, MACKENZIE, FECAP, INPG e Cruzeiro do Sul.
• Utiliza os conceitos do Guia PMBOK® desde sua primeira versão.
• Autor da Metodologia Easy Life, que utiliza o Easy Life Canvas e o Easy Life Kanban como principais ferramentas.
• Autor do método Preparatório PMP® utilizado pela EasyBOK e dos workshops EasyDay, EasyWeek e EasyExpert.


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

André Ricardi, PMP, é voluntário formal desde 2015, já atuava apoiando o Capítulo São Paulo desde sua associação ao PMI, em 2007.
Como Diretor de Programas desde 2015, atuou na liderança das seguintes iniciativas:
• Programa de Associados: implementação de processos de atendimento ao associado, participação em eventos, ciclo de vida anual do associado (visando aumento de captação e retenção), guest pass, participação gratuita de alguns associados em eventos e implementação do Programa Blue Heart;
• Programa de Parcerias de Negócios e Patrocínios: Formalização de parcerias que representaram aumento no caixa do Capítulo, com empresas de destaque no mercado. Implementação de processos de gestão de parcerias;
• Programa de Parcerias Educacionais: formalização de parcerias com as principais Instituições de Ensino do Mercado, com destaque para Senac, Vanzolini e negociação em processo de formalização com PUC, FIA, FIAP, FECAP, Mackenzie, São Judas e Uninove, entre outras. Aumento da quantidade de associados através de associação massiva de estudantes financiada pelas Instituições. Idealizador e fundador do CEP – Centro de Excelência em Projetos do Senac-SP, em parceria consistente e com resultados significativos para a Comunidade.
• Gestão de Voluntários: organização de duas premiações de Voluntários do Ano e dois Encontros de Voluntários. Implementação de critérios de avaliação do desempenho dos voluntários.
• Programa Embaixadores: formalização de convite a profissionais de destaque no mercado para atuarem como Embaixadores do Capítulo São Paulo.
Durante estas duas gestões, liderou a organização e documentação de todos os processos sob sua gestão direta, apresentando relatórios consistentes e detalhados sobre as diversas ações em andamento, valor agregado que será repassado aos Officers eleitos como sucessores destas pastas. Implementou em seu time gestão com estruturas de portfólios, programas e projetos, oportunizando o desenvolvimento de voluntários em aspectos relacionados a liderança e gestão.
Também atuou como voluntário nas iniciativas: • Mentor e professor da AFIGP: Academia de Formação de Instrutores de Gerenciamento de Projetos • Revisor da tradução de materiais do PMIef para o português • Apoio e realização de workshop na Universidia.

 

Como pretende contribuir:

Oportunizar a participação de todo o corpo de associados nas decisões do Capítulo, tornando-o mais democrático e transparente para o Associado, de forma que todos possam perceber o valor entregue pelo Instituto, que deve, acima de tudo, representar o desejo da maioria dos associados. Isto será feito com pesquisas semestrais junto a todos os associados, de forma a avaliar suas expectativas e necessidades, e procurando atender à maioria. Os Officers devem perceber o seu papel como representantes da vontade da Comunidade de Associados, e não implementar desejos pessoais e restritos à opinião dos poucos que foram eleitos.

Desenvolvimento de Planejamento Estratégico consistente, abrangente e que especifique metas e indicadores de desempenho representativos e que sejam apresentados a toda a comunidade de associados. Gerenciar de forma profissional a estratégia do Capítulo, estruturando as ações em portfólios, programas, projetos e operações, integrando e dando visibilidade de todas as ações em andamento.

Implementação de um PMO estruturado e abrangendo todas as ações do PMI São Paulo, utilizando métodos, técnicas e ferramentas profissionais e baseadas nas melhores práticas preconizadas pelo PMI. Servir de modelo de PMO para outras Instituições de representação, mostrando ao Associado do Capítulo indicadores de desempenho e valor agregado.

Profissionalizar o processo de candidatura e seleção dos Diretores de Programas, atendendo aos critérios estatutários, mas também oportunizando a todos os que têm os pré-requisitos efetivamente participarem do processo de seleção, de forma a implementar transparência, meritocracia e justiça na escolha.

Definir metas e indicadores de desempenho para cada Diretor de Programa, atribuindo responsabilidade pelos resultados que são esperados.

Estruturar o Capítulo para voltar a ser um dos 5 maiores do mundo em quantidade de associados, agregando valor para a Comunidade e promovendo a profissão como elemento essencial para o desenvolvimento do país.

 

Plano de trabalho:

2019:

  • Jan – Consolidação do Planejamento Estratégico para o Biênio 19-20 e escolha dos Diretores de Programa, com base na pesquisa de satisfação realizada junto aos associados em dez/18
  • Fev – Implementação do PMO com definição de metodologia, metas e indicadores
  • Mar a Jun – Desenvolvimento da primeira etapa dos portfólios programas e projetos definidos, com análise e ajustes no portfólio geral • Jul – Primeira pesquisa de satisfação
  • Jul a Dez – Desenvolvimento da segunda etapa dos portfólios programas e projetos definidos, com análise e reestruturação do portfólio geral
  • Dez – Segunda pesquisa de satisfação

2020:

  • Jan – Revisão do Planejamento Estratégico para o Biênio 19-20 e escolha dos Diretores de Programa, com base nas pesquisas de satisfação realizadas em 2018
  • Fev – Implementação do PMO com definição de metodologia, metas e indicadores
  • Mar a Jun – Desenvolvimento da primeira etapa dos portfólios programas e projetos definidos, com análise e ajustesno portfólio geral
  • Jul – Terceira pesquisa de satisfação
  • Jul a Dez – Desenvolvimento da segunda etapa dos portfólios programas e projetos definidos, com análise e reestruturação do portfólio geral, se necessário
  • Out a Dez – Preparação para passagem de gestão aos eleitos para o próximo biênio
  • Dez – Quarta pesquisa de satisfação e análise dos resultados.

Disponibilidade: 20 horas semanais  


 

VPA – Vice-Presidente Administrativo (01 vaga)

Raimundo GomesCandidato: Raimundo José Lopes Gomes

Mini currículo:

Formação em ciência da computação, com pós-graduação em redes e  telecomunicações, certificado PMP e especialização em gestão de portfolio, programas e projetos, atuação em empresas nacionais e multinacionais,  aplicação de treinamentos in-company e coaching em projetos para gestores e executivos,  29 anos na área de TI com 11 em Telecom, nas maiores operadoras do Brasil, 4 anos no segmento de medicina diagnostica, no maior player da américa latina, atuando como responsável pelo Escritório de Projetos Corporativo e 2 anos de atuação no exterior como Diretor de Portfólio Estrategico, Portugal e Angola no segmento de Educação, Startups e consultoria empresarial.


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

No PMI São Paulo, voluntário da Vice-presidência (2012), gerenciamento dos projetos das Parcerias Colaborativas, coaching para gestores de Empresas Juniores de instituições de ensino superior em São Paulo Capital e interior e educadores do projeto Skill For Life do PMIEF em parceria com a ONG-CDI, que visa levar as boas praticas de gerenciamento de projetos para aplicação na vida de jovens e adolescentes, voluntário da Diretoria Administrativo (2013), gerenciamento do Programa SPOC-São Paulo Operation Center, que tinha como objetivo, mapear todos os processos do capitulo e estabelecer um gerenciamento da rotina operacional de forma análoga ao PMI – GOC – Global Operation Center,  em (2014), gerenciamento do programa de seminários setoriais de Escritório de Projetos, Tecnologia da Informação e Infraestrutura. Diretor do Programa Treinamentos PMI São Paulo (2015-2016), Diretor do Programa de Desenvolvimento Profissional 2017-2018).

 

Como pretende contribuir:

Assim como em 2015, 2016, 2017 e 2018, consolidarei o trabalho relacionado a ações de sustentação do capitulo com geração de receita, como Desenvolvimento Profissional, e outras iniciativas nessa linha, além de atuar na gestão administrativa da instituição.

Relacionado ao Desenvolvimento proficional, irei trabalhar baseado em 4 pilares, como segue:

PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÕES DO PMI

Empregando o melhor corpo docente e as melhores metodologias, temos como principal objetivo: levar os nossos alunos ao nível de proficiência necessária para a aplicação das provas, priorizando as certificações com maior apelo de mercado, como a Certificação PMP e consolidando o preparatorio CAPM e ACP.

TREINAMENTOS INCOMPANY

Buscam aproximar o instituto e as corporações, com o objetivo de fomentar as questões inerentes às boas práticas de gestão de portfolio, programas e projetos em todos os segmentos de mercado.

TREINAMENTOS EM PARCERIAS

Ferramentas e Tecnicas e Treinamentos de Soft Skills com temas de relevância para as práticas relacionadas ao gerenciamento de portfolio, programas e projetos, trazendo os melhores players (REPs), como parceiros.

FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE DOCENTES EM GPPP

AFIGP-Academia de Formação de Instrutores de Gerenciamento de Projetos

Atendendo a demanda das instituições de ensino por profissionais que atuem com excelência em sala de aula, lançando mão das melhores competências e metodologias adequadas e especificas para treinar profissionais em gestão de portfolio, programas e projetos.

Em relação as questões administrativas:

  • Tornar a instituição sustentável;
  • Conduzir o relacionamento entre a instituição, funcionários e fornecedores;
  • Organizar os projetos de marketing, publicidade e as promoções de venda dos serviços ou produtos;
  • Coordenar a compra das matérias, o estoque e a venda dos produtos finais;
  • Cuidar de orçamento e fluxo de caixa administrativo;
  • Auxiliar no processo de definição de metas e estratégias da instituição;
  • Planejar e monitorar ações de sustentabilidade e responsabilidade social;

Liderar equipes, engajando os colaboradores no alcance das metas da instituição.

 

Plano de trabalho:

Diretoria de Programas de Governança Administrativa:

  • Ações de garantia da Governança (Politicas e procedimentos);
  • Ações de monitoramento da sustentabilidade e responsabilidade social;
  • Ações de gestão do orçamento e fluxo de caixa administrativo.
  • Diretoria de Programas de Desenvolvimento Profissional:
  • Ações de capitação e Briefing das parcerias e treinamentos com composição de minutas, fechamento e acompanhamento dos contratos;
  • Ações operacionais para treinamentos, no que diz respeito, ao acompanhamento da realização do treinamento e gestão do dia a dia;
  • Ações de gestão e composição do quadro de docentes, melhoria continua e avaliação do Material didático e pedagógico, de propriedade intelectual do PMI São Paulo, Parceiros e manuais dos professores e alunos;
  • Ações de prospecção, captação e realização de treinamentos in company;
  • Ações de Qualidade Acadêmica, composição de projetos pedagógicos.

Diretoria de Programas de Marketing, Conteúdo e Comunicação:

  • Ações de marketing, comunicação e promoções de venda dos serviços ou produtos do portfólio integrado do Capitulo.

Obs:

  1. Para proposta de Plano de trabalho de outras frentes, irei avaliar o direcionamento estratégico e resultados que deveram ser gerados.

Estarei, assim como já faço atualmente, disponibilizando 16 horas semanais ao trabalho voluntário.

   


 

VPF – Vice-Presidente Financeiro (01 vaga)

eleicoes2018 AcilioMarinelloCandidato: Acilio Marinello

Mini currículo:

Especialista em Gerenciamento de Projetos de TI, com 17 anos de experiência em gerenciamento de projetos, atuando em grandes empresas no Brasil e no Exterior, com atividades profissionais realizadas em mais de 20 países nas Américas, Europa, África, Oriente Médio e Ásia.

Possui diversas certificações (PMP, CSPO, P3O, MoR, PMOCC, CSF, Yellow Belt, entre outras). Foi Diretor Finaceiro do Capítulo PMI São Paulo (2013-14) e Membro do Engagement Committee do PMIef (2015-16).

Atualmente é o PMO para Brasil, América Latina e Caribe na Visa do Brasil.


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

Sou membro do Capítulo PMI São Paulo desde 2006. Iniciei minha atuação como voluntário no Capítulo em 2010, na Diretoria Financeira, com a função de validar os lançamentos nas contas correntes, conferir comprovantes das despesas e revisar os lançamentos contábeis.

Em 2011, passei a servir como voluntário na Vice-Presidência do Capítulo, acompanhando as parcerias comerciais e os projetos ligados ao PMIef, suportando o PMIef Liaison. Exerci esse papel até o fim do mandato do Vice-Presidente, em 2012.

Ainda em 2012, me candidatei ao cargo de Diretor Financeiro. Fui eleito e assumi o posto em 2013, cumprindo o mandato de forma integral. Em paralelo, acumulei a posição de PMIef Liaison para o Capítulo. Seguem alguns pontos relevantes alcançados no meu mandato:

  • Regularização de diversas pendências fiscais e contábeis do Capítulo
  • Contratação e execução de auditoria financeira externa e independente, sob o regime de licitação aberta ao mercado
  • Substituição da assessoria jurídica, a qual foi fundamental para auxiliar na regularização das pendências fiscais e contábeis do Capítulo
  • Contas aprovadas nos dois anos de exercício como Diretor Finaceiro, sem ressalvas
  • Estruturação das ações sociais do Capítulo, embasadas nos princípios e materiais desenvolvidos pelo PMIef, o qual originou o convite do PMIef para apresentar o case do Capítulo PMI São Paulo no LIM NA 2013, em New Orleans/EUA

Durante os anos de 2014 e 2015, exerci a posição de membro do Engagement Committee do PMIef, reportando diretamente ao PMI-GOC. 

Em 2017, foi um dos mentores do programa de mentoria do Capítulo.

 

Como pretende contribuir:

Como Vice-Presidente de Finanças pretendo utilizar a minha experiência acumulada ao longo de quase 10 anos de voluntariado, tanto no Capítulo de São Paulo, como em outros Capítulos no Brasil e exterior, além da minha atuação com o PMIef (como voluntário global do PMI-GOC), para elevar o nível de maturidade e governança financeira, contábil e fiscal do PMI São Paulo. É pertinente ressaltar que já exerci função análoga no próprio PMI São Paulo, no período de 2013 a 2014. Dentre as realizações relevantes da minha gestão, destaco a regularização de diversas pendências contábeis e fiscais, o estabelecimento de auditoria externa e independente nas contas do Capítulo, revisão dos processos internos para gestão dos pagamentos e fechamento contábil, além de ter as contas aprovadas nos dois anos de exercício no cargo. Por último, ressalto que possuo uma sólida carreira profissional atuando na área de gerenciamento de projetos há 17 anos, vinculado a grandes empresas no Brasil e exterior, como: Credicard, Itaú-Unibanco, Citibank, Barclays Bank, Practical Thinking Group e atualmente como PMO da Visa do Brasil para América Latina e Caribe, tendo exercido atividades profissionais em mais de 20 países.

 

Plano de trabalho:

Como Vice-Presidente de Finanças atuarei de forma remota e presencial nas atividades concomitantes ao cargo, assim como em outras atividades do Capítulo nas quais seja possível minha participação e contribuição. Meu plano de trabalho contempla:

• Acompanhar ativamente a gestão do fluxo de caixa, fluxo de pagamentos, obrigações contábeis e fiscais, além do fechamento contábil mensal e anual

• Identificar oportunidades para melhor aplicação dos recursos do Capítulo, sejam eles finaceiros ou não, com destaque na racionalização de despesas e otimização dos investimentos

• Participação ativa na formatação do plano estratégico do Capítulo, além do acompanhamento recorrente da sua execução

• Promover o seguimento irrestrito das normas e políticas do Capítulo, com destaque as quais possuem referências diretas aos processos sob responsabilidade da VicePresidência de Finanças

• Promover o Capítulo PMI São Paulo em nossa comunidade

• Promover a captação e formação de voluntários como futuros líderes para o Capítulo Em relação ao tempo, dedicarei ao mínimo 20 horas semais ao Capítulo PMI São Paulo, tanto para atividades remotas como presenciais.

 

 


 


CG – Conselho de Governança (04 vagas)

 

eleicoes2017 CVPF18 Farhad AbdollahyanCandidato: Farhad Abdollahyan, OPM3CP, PMP, PMI-RMP

Mini currículo:

Graduado, Mestre e doutorando em Administração. Pesquisador, professor, consultor em gestão de projetos e Project Management Practice Advisor de UNOPS. Participou da elaboração de OPM3® e Standard for Portfolio Management 3a. Ed. É autor de livros e colunista da MundoPM. Atualmente faz parte de Core Team de PMI Practice Guide for Benefit Realization Management.


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

Sou filiado a PMI desde 1998. Já participei em iniciativas do PMI (OPM3®, PMI Portfolio Management Standard 3ª edição,  tradução do  Guia PMBOK® 4ª Edição) e atualmente, membro do Core Team de PMI Practice Guide to Benefit Realization Management. Desde que me tornei membro venho colaborando como voluntário em diversas iniciativas do capitulo São Paulo, bem como servindo nas funções eletivas:

Trabalho Voluntário 1- PMP® Exam Proctor (fiscal de prova) 2- Coordenador de GET (Governo) 3- Projeto PMIeF/UNYSIS de ensino de GP aos adolescentes 4- 1º. Coordenador da Integração Nacional 5- Representante do Chapter no Comitê de tradução do Guia PMBOK®  6- Instrutor de Curso Preparatório do Chapter desde 2002 7- Palestrante em Seminários Internacionais e seminários setoriais 8- Palestrante no Branche de Guarulhos e  instrutor de oficina no Branch Ribeirão Preto 9- Voluntário Programa “GP em Forma” 10- Voluntário “Semeando o futuro” 11- Condução de Oficinas de Planejamento estratégico nos parceiros HURRAH e Aldeias Infantil 12- Professor de “Social English Community”   13-  E tantos outros que não me lembro (idade chegando).

Cargos eletivos

  • Conselho Fiscal
  • Conselho de orientação
  • Conselho de Governança
  • Diretor Administrativo

 

Como pretende contribuir:

Pretendo atuar em prol do fortalecimento da profissão, sua institucionalização, a integração nacional, estudos e iniciativas e projetos, adoção de metodologia de GP nos projetos pelas organizações governamentais e terceiro setor abrindo novas perspectivas de atuação de voluntariado pelos filiados.


Plano de trabalho:

Declaro a minha disposição, se for eleito, para disponibilizar o tempo necessário para participar nas reuniões e demais atividades na entidade no decorrer do mandato.

 

Monica ManciniCandidato: Mônica Mancini, PhD, PMP

Mini currículo:

Pós-Doutoramento em Sistemas de Informação/USP com linha de pesquisa em Projetos (2017), Gestão Estratégica de EAD/Senac (2017), MBA em Gestão Empresarial/FGVSP (2007), Doutorado em Ciências Sociais/PUCSP (2005), Mestrado em Administração/PUCSP (1999), Especialização em Administração Industrial/USP (1992) e Graduação em Administração com ênfase em Análise de sistemas/FASP (1989). Possui certificação PMP, COBIT, ITIL-F, ISO 20000, ISO 27002, Green IT Citizen. 

Conselheira de Governança PMI São Paulo (2017-2018). Diretora de Programas PMI São Paulo (2015-2016). Prêmio Diretora do Ano 2015 do PMI São Paulo. Prêmio Voluntária do Ano 2012 do PMI São Paulo.   Participou como Mentora do 1º e 5º Mentoring Connection (2013;2018). Como Diretora de Programas, organizou  o 14SIGP  e o 15SIGP.   Diretora de Programas e Gerente de Projetos do Happy Hour (2011-2015).  Gerente de Programas na gestão de artigos técnicos e palestrantes do 13ª SIGP (2013).   Gestora dos artigos técnicos e palestrantes do 9ª CBGPL (2014).   Atuou como voluntária do Chapter PMI-RS da Diretoria de Comunicação como revisora do newsletter (2012).  Foi voluntária do blog PMI Change Management Community of Practice com a publicação de vários textos em gestão de projetos (2012). 

Coordenadora dos Grupos de Trabalho de IoT (Internet of Things) do Fórum Brasileiro de IoT (www.iotbrasil.org.br).  Membro do Conselho Regional de Administração de São Paulo (CRA-SP) e Membro do ISACA-EUA e ISACA-SP (Governança de TI). 

Escreveu 2 capítulos no livro “Fundamentos Sistemas de Informação” da FEA-USP: “Gerenciamento de Projetos” e “Questões sociais, legais e éticas em Sistemas de Informação”, publicado pela Editora Elsevier (2014). 

Possui mais de trinta anos de experiência na área de tecnologia e projetos, atuando em empresas  nacionais e estrangeiras em cargos de Gerência de Projetos, Gerência de Sistemas e Gerência de Governança de Projetos, Programas e Portfólios de TI, tais como: Grupo Santa Celina, Pandurata, Instituto Tecnologia de Software e Serviços, América Móvel, Global Hitss, Citibank, Qualicorp, Resource IT Solutions, Alelo, Provider-IT, Simply Sistemas, Banco PanAmericano, Banco Safra, Controlbanc, C&A, Cartão Unibanco, Accenture, Caixa Econômica Federal, Banco BBV, Banco Fibra, Banco BMC, Banco IBI, Du Pont do Brasil, Bamerindus, Atos Origin e Bank Boston. 

Desde 1999, docente dos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu na Universidade Presbiteriana Mackenzie, SENAC, FASP, UMC, FIAP, Uninove, FMU, nos cursos de Tecnologia e Gestão de Projetos. Linhas de pesquisa: Governança de TI, Inovação, Projetos e Sistemas de Informação. 


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

Conselheira de Governança (2017-2018) • Conselheira de Governança PMI São Paulo (2017-2018).  • Líder do Comitê de Ética (2017) • Membro do Comitê Eleitoral (2017) • Palestrante (a convite da Diretoria de Treinamentos) na empresa Ultracargo • Palestrante no Happy Hour com o tema “Internet das Coisas: Desafios e Tendências” • Membro da Comissão de Organização do evento “Mulheres em Pauta” • Mentora do 5º Mentoring Connection  • Participação das reuniões do Conselho de Governança • Colaboração da revisão do Plano Estratégico do Capítulo de São Paulo • Avaliadora dos artigos técnicos do 16º Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos • Avaliadora dos artigos técnicos do 17º Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos • Avaliadora dos artigos técnicos do XII Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos • Avaliadora dos artigos técnicos do XIII Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos • Participação dos happys hours. 

Diretora de Programas (2015-2016) • Prêmio Diretora do Ano 2015 do PMI São Paulo.  • Organizadora do 14º Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos   • Organizadora do 15º Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos  • Responsável pelo evento Happy Hour, tendo organizado 24 happy hours.  • Gerenciamento de uma equipe de até 50 voluntariados • Representante do Capítulo LIM 2015

Gerente de Projetos/Programas (2011-2014) • Prêmio Voluntária do Ano 2012 do PMI São Paulo.    • Mentora do 1º Programa de Mentoring • Organizadora de 36 Happys Hours • Gerente de Programas na gestão de artigos técnicos e palestrantes do 13ª Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos (2013).    • Gestora dos artigos técnicos e palestrantes do 9ª Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos (2014).   

Outras atividades de voluntariado:  • Atuou como voluntária do Capítulo PMI RS na Diretoria de Comunicação como revisora do newsletter (2012).   • Foi voluntária do blog PMI Change Management Community of Practice com a publicação de vários textos em gestão de projetos (2012).  • Foi voluntária do Capítulo da Bélgica (2012). 

 

Como pretende contribuir:

Face as mudanças tecnológicas, econômicas e políticas que ocorrem no mercado de trabalho, as empresas buscam profissionais preparados para enfrentar os novos desafios organizacionais, sobretudo àqueles que conheçam o gerenciamento de projetos. Porém, existe uma carência de profissionais com tais conhecimentos que possam atender a uma demanda crescente no mercado. 

 

Neste quesito, minha contribuição será apoiar a governança do Capítulo de São Paulo. Este apoio consiste colaborar na definição, tomada de decisão e condução das estratégias organizacionais pautadas com ética e transparência, face as boas práticas de governança corporativa que pressupõem converter os princípios básicos em recomendações objetivas para tornar o Capítulo de São Paulo cada vez mais eficiente e eficaz, a fim de obter efetividade.  Isso significa que os resultados alcançados pelo Capítulo de São Paulo sejam duradouros para garantir a sua sobrevivência e longevidade às futuras gerações. 

Além disso, outra contribuição será promover o Capítulo de São Paulo para o mercado, fortalecendo cada vez sua marca, colaborando na sua expansão na cidade e no interior de São Paulo, levando o seu nome para as Universidades, empresas e demais partes interessadas por meio de eventos, treinamentos, palestras e demais ações relevantes. 

Por meio dessas contribuições ao PMI São Paulo, será possível expandir o conhecimento em gestão de projetos a todos interessados de qualquer área e segmento, ao mesmo tempo que permitirá solidificar a sua marca, para torná-lo um dos maiores Capítulos do PMI Global.


Plano de trabalho:

Apoio a Governança do Capítulo

  1. Contribuir na governança do Capítulo referente na tomada de decisões estratégicas
  2. Contribuir na revisão do Plano Estratégico;
  3. Colaborar na revisão das políticas e processos operacionais;
  4. Participar dos Comitês específicos que colaboram na sua gestão;
  5. Representar o Capítulo de São Paulo em palestras ou qualquer evento a fim de promover sua imagem e marca no mercado e para o próprio PMI.

Promoção e expansão do Capítulo de São Paulo 

  1. Promover o Capítulo de São Paulo nas universidades e empresas por meio de palestras, seminários, treinamentos ou quaisquer outros tipos de evento;
  2. Disseminar o conhecimento de gestão de projetos por meio de cursos, parcerias, seminários, congressos, palestras, entre outros;
  3. Trazer profissionais expoentes na área de gestão de projetos com publicação de livros, etc., para participar dos eventos do PMI São Paulo;
  4. Colaborar no Programa de Mentoring;
  5. Intensificar o networking com os membros, não-membros e com a comunidade de gerenciamento de projetos para troca de informações e conhecimento por meio de ações pontuais ou eventos promovidos pelo Capítulo;
  6. Intensificar a associação de novos membros
  7. Intensificar ações de marketing para promover as atividades do PMI São Paulo
  8. Ampliar o número de voluntários

Disponibilidade de tempo: 10 horas semanais.

 

 

eleicoes2018 PedroBrancoCandidato: Pedro Branco

Mini currículo:

Associado ao PMI São Paulo desde 2005, voluntário desde 2011, foi Diretor de Eventos em 2013-2014, Conselheiro de Governança em 2017, Conselheiro Fiscal em 2018, Mentor do Ciclo 5 de Mentoring em 2017-2018.

Administrador de Empresas e MBA em Finanças, ambos pela FGV - São Paulo, certificado PMP® e ITIL®.

Ocupou cargos de direção como Vice-Presidente de Operações, Diretor Geral, Diretor em TI e Gerente Geral. Professor em Gerenciamento de Projetos no MBA Executivo da FGV – São Paulo.

Tem larga experiência em TI, em empresas nacionais e multinacionais de grande porte, governo, bancos, editoras, manufaturas, comércio, serviços e agronegócio. Implantou projetos em otimização de processos, indicadores de desempenho, sistema integrado industrial, entre outros.

Realizou viagens internacionais a trabalho nos Estados Unidos, México, Argentina, Holanda.

Participou em projetos na Datamaxi – Automação Comercial, Fazenda São José – Cogumelos, AMBEV, Bauducco, Qualicorp, Eletrobras, CDHU, TJMG, DPESP, FIA – Fundação Instituto de Administração, Ecorodovias, Klabin, Aços Villares, Grupo Marambaia, Promon Engenharia, Grupo Saint Gobain, Grupo Abril.

É consultor especializado, é PMO de empresa nacional em automação comercial, em fase de crescimento, para adoção de melhores práticas de Gerenciamento de Projetos do Guia PMBOK®, Ágil e ITILv3, de serviços de TIC - Tecnologia da Informação e Comunicação.


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

Principais contribuições feitas como voluntário do Capítulo São Paulo

2011-2012 – voluntário da Diretoria de Eventos, foi responsável pela gestão dos Artigos Técnicos do Seminário Internacional de 2012, realizou contatos com autores e avaliadores no processo de seleção dos artigos, responsável pelo site do evento, na gestão e manutenção do conteúdo, recuperação da memória de sites anteriores, apoio no dia da realização do seminário.

2013-2014 – eleito Diretor de Eventos, responsável pela direção estratégica e operacional dos 13SIGP e 14SIGP, 13º. e 14º. Seminários Internacionais de Gerenciamento de Projetos, para cerca de 700 participantes, principal fonte de receita do capítulo, gerando resultados positivos. Gestão da equipe de planejamento e execução da produção do 13º. Seminário, apoio na gestão do 9CBGP - 9º Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos. Responsável pelo Happy Hour, inovou com a introdução de mini-palestras de autores, com direito a PDUs e sorteio de livros posteriormente autografados pelos autores palestrantes.

2015-2016 – voluntário da Diretoria de Programas, em consultoria na transferência de conhecimento adquirido na gestão 2013-2014, para os seminários internacionais em gerenciamento de projetos.

2017-2018 – membro do Conselho de Governança do Capítulo em 2017, participou ativamente nas reuniões do conselho com acompanhamento estratégico das ações das diretorias de programas, foi mentor do Ciclo 5 de Mentoring,de Novembro/2017 a Março/2018.

2018 – membro do Conselho Fiscal, com acompanhamento mensal das contas financeiras do Capítulo.

 

Como pretende contribuir:

Participar ativamente das reuniões do conselho para assegurar que as políticas e atividades do PMI São Paulo estejam de acordo com as leis e regulamentos, aprovar e acompanhar o Plano Estratégico.

Acompanhar a condução dos programas e o atingimento das metas estabelecidas no Plano Estratégico do PMI São Paulo, apoiar os órgãos deliberativos na resolução de conflitos, acompanhar e garantir a transição e o planejamento de transição.

Aprovar o Plano de Orçamento anual apresentado pelo Vice-Presidente de Finanças, auxiliar a elaboração do plano de sucessão e transição de atribuições.


Plano de trabalho:

Participar ativamente das reuniões de trabalho mensais, com duração média de 4 horas cada uma.

Apoiar os eventos do Capítulo, participar como voluntário em atividades da Diretoria de Programas, quando necessário e possível, com uma média de 1 a 2 horas semanais.

Propor melhorias em procedimentos de acompanhamento de metas, se necessário.

 

 

Vladimir MininelCandidato: Vladimir Antonio Mininel, PMP

Mini currículo:

Consultor em Gerenciamento de Projetos, Qualidade e Análise de Negócios, com experiência de 48 anos na área de Tecnologia da Informação e 38 anos como gerente de projetos. Certificado PMP desde 2003, trabalhou como voluntário na elaboração das 3 edições do OPM3, do Standard for Project Configuration Management e como Subject Matter Expert do PMI nos padrões:  Implementing Organizational Project Management: a Practice Guide e Standard for Organizational Project Management. Graduado em Matemática pela USP, palestrante e professor de cursos de maturidade e gerenciamento de projetos, programas, portfólios e PMO desde 1988.


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

Voluntário no PMI-SP desde 2003, foi membro do Conselho de Orientação de 2012 a 2013 e do Conselho de Governança de 2014 a 2015 e de 2017 a 2018, atuando em projetos de divulgação e uso do OPM3, projetos de eleições do PMI-SP, atualização do Estatuto Social e das Políticas do Capítulo e na definição e implantação inicial do Programa de Mentoring do PMI-SP. Recebeu o prêmio de Melhor Conselheiro de Governança do PMI SP em 2017.

 

Como pretende contribuir:

Participando ativamente das reuniões de trabalho e executando as determinações do Conselho de Governança.

Suportando as diretorias do PMI-SP na realização de seus objetivos e metas.

Analisando os casos de considerações sobre ética da prática de gerenciamento de projetos.

Acompanhando os resultados dos indicadores dos programas e comitês e propondo ações.

Suportando a manutenção do estatuto, procedimentos e diretrizes do PMI-SP.


Plano de trabalho:

Fomentar, divulgar e realizar eventos para incrementar a certificação PMI Professional in Business Analysis (“PMI-PBA”), incorporando como associados ao PMI uma gama enorme de profissionais analistas de negócios.

Divulgar no site do PMI-SP e outras mídias os trabalhos e contribuições dos associados dentro de suas áreas de especialização, implantando uma verdadeira base de conhecimentos de e para associados.

Ampliar a visibilidade da contribuição do PMI-SP dentro das empresas, valorizando o profissional de gerenciamento de projetos.

Ampliar a capacidade de atuação do PMI-SP em capacitações e networking para os associados. 

Melhorar e documentar as políticas e processos de funcionamento do Conselho de Governança e das Diretorias do Capítulo.

Incrementar a atuação do Capítulo no apoio social aos associados, com a implantação de assistência médica e seguros específicos, orientação de carreira, suporte efetivo na recolocação profissional.

Divulgar de forma constante no site do PMI-SP as atividades e determinações do Conselho de Governança.

Orientar as diretorias de programas do PMI-SP nas questões pertinentes à atuação do Conselho de Governança.

Disponibilidade

Disponibilidade para participar em reuniões e trabalhos necessários para a realização das atividades exigidas para o cargo, em pelo menos 8 horas semanais.


 

CF – Conselho Fiscal (03 vagas)

 

eleicoes2018 AnaCalifeCandidato: Ana Claudia Esteves Calife

Mini currículo:

Gestora experiente em projetos de tecnologia, com foco em consultoria, educação e atuação em projetos de clientes dos setores de Minas e Energia, Telecomunicações, Saúde e Automobilístico, usando metodologias tradicionais e ágeis.

Experiência em Gestão de Equipes, gerenciando projetos internacionais com times multiculturais e ambientes heterogêneos. Certificada como Project Manager Professional (PMP)®, trabalho como voluntária no Capítulo São Paulo do PMI® e como Revisora de Qualidade para o PMI Global, avaliando empresas candidatas a R.E.P.s.

Formada em Ciências da Computação e Bacharelado em Espanhol na USP, sou  instrutora formada na AFIGP – Academia de Formação de Instrutores em Gerenciamento de Projetos no PMI São Paulo, com Pós-graduação em Docência no Ensino Superior no SENAC.

Atualmente trabalho como gerente de projetos de educação corporativa e como instrutora de cursos preparatórios no Capítulo São Paulo do PMI.


Suas principais contribuições como voluntário do PMI São Paulo:

Iniciei como voluntária no Capítulo São Paulo em junho de 2014, como gerente de projeto dos Seminários do capítulo, auxiliando na realização dos eventos. Em julho de 2015, me candidatei a uma vaga de voluntária da Diretoria de Associações, onde fiquei até dezembro de 2016, participando de eventos do capítulo, captando associados, explicando benefícios e trabalhando na organização e realização do Café com o Diretor, evento mensal. Como Gerente de Projetos Operacional de Treinamentos, atuei de julho a dezembro de 2016, gerenciando operacionalmente treinamentos realizado pelo PMI São Paulo, sendo responsável pela condução de todas as tratativas operacionais, garantindo a operacionalização da estratégia definida para o treinamento. De março a dezembro de 2017, atuei como voluntária do programa de Pesquisa e Desenvolvimento Acadêmico de Treinamentos, estruturando, planejando, gerindo e buscando, frente aos mercados acadêmico e ao PMIGOC, treinamentos e alinhamento às regras e diretrizes de inovação educacional e conformidade para o  PMI São Paulo. Também em 2017, atuei como instrutora voluntária para o curso CAPM, trabalhando na definição e organização do curso, revisão do material para identificar melhorias/correções, e apresentando aulas durante a primeira turma do curso preparatório CAPM no Capítulo São Paulo do PMI, na iniciativa de fomento da certificação CAPM. Em 2017, recebi o Prêmio de Voluntária do Ano da Diretoria de Treinamentos. Desde janeiro de 2018, atuo como Gerente do Programa AFIGP - Academia de Formação de Instrutores de Gerenciamento de Projetos - do PDP (Programa de Desenvolvimento Profissional), estruturando, planejando, gerindo e controlando as atividades da AFIGP.

 

Como pretende contribuir:

Como já atuo há alguns no Capítulo São Paulo como voluntária e conheço as atividades e procedimentos, pretendo contribuir como Conselheira Fiscal analisando a movimentação financeira, verificando documentos fiscais e auxiliando no controle do orçamento. Por atuar como Conselheira Fiscal no condomínio em que resido, tenho bastante experiência na análise de documentos jurídicos, financeiros, contábeis e fiscais, em emissão de pareceres e geração de relatórios para apresentação de receitas, despesas e controle de orçamento.

Plano de trabalho:

Planejo participar ativamente das reuniões de Conselho e sempre que for convocada, e continuar participando das atividades rotineiras do Capítulo.

Na minha atual posição de voluntária, no Programa de Desenvovimento Profissional, disponibilizo pelo menos 10 horas por semana para o voluntariado, e continuarei tendo esta disponibilidade durante os dois anos de mandato, caso seja eleita para o Conselho Fiscal.