Anderson Sales, PMP

Candidato:
Conselho de Governança
2020/2021
PMI ID: 1530330

Graduado em Sistemas de Informação pela Fundação Santo André FSA.
Pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela FMU. MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas FGV.

Apaixonado por gerenciamento de projetos e feliz por fazer o que gosta possui mais de 22 anos de experiência em empresas de Tecnologia da Informação e há 14 anos atua como Gerente de Projetos com aplicação em diferentes áreas, tais como: Desenvolvimento de software, recursos humanos, PMO, eventos, educação, telemetria, IoT, data center e cloud computing.

Atualmente atua como Consultor em Gerenciamento de projetos em diversas empresas, com foco em avaliação de maturidade em PMO, capacitação em Gerenciamento de projetos, Gestão ágil (adaptável) em empresas como Eletrobrás, Exponenciais, Portal do Treinamento, Atlas Schindler, Amgen, Avibras, Sequoia, Fundanção Vazolini, FIA, CBA - Companhia Brasileira de Alumínio etc. Docente em diferentes disciplinas relacionadas a Gerenciamento de projetos nas instituições: SENAC, FIA, FAI, FACCAMP, Metodista e ETEP.

Entusiasta do Gerenciamento de Projetos, atua há 10 anos como voluntário no PMI, recebendo por sua atuação junto ao PMI São Paulo: Prêmio de Voluntário 2012, Diretor destaque 2014 e Conselheiro de Governança destaque em 2018.

Idealizador e principal responsável pela implantação do atual modelo do Programa de Mentoring do PMI São Paulo, programa reconhecido e apresentado internacionalmente nos principais eventos globais do PMI: LIM LA Lima 2016, LIM NA Chicago 2017 e LIM NA Los Angeles 2018, compartilhando experiências e dando a São Paulo e ao Brasil posição de destaque na entrega desse importante benefício aos associados.

• COMO SPONSOR DO PROGRAMA DE MENTORING (2015 a 2018):
⇨ Criação, gestão e apoio ao atual programa de MENTORING do PMI São Paulo;
⇨ Atendimento a mais de 120 associados entregando, na minha opinião, o mais completo
benefício que um capítulo do PMI pode oferecer aos seus membros, O MENTORING;
⇨ Reconhecimento dos associados mais experientes com mais de 80 mentores participando efetivamente do programa com o sentimento de orgulho em fazer parte dessa história de sucesso;
⇨ Reconhecimento internacional do Programa de Mentoring do PMI São Paulo em Congresso de Lideranças do PMI Mundial realizado em Chicago USA 2017;
⇨ Contínuo trabalho de replicação do modelo para outros capítulos do Brasil e do mundo;
⇨ Novo reconhecimento internacional do Programa de Mentoring do PMI São Paulo em Congresso de Lideranças do PMI Mundial realizado em Los Angeles USA 2018 com lotação máxima;

• COMO CONSELHEIRO DE GOVERNANÇA (2015/2016 e 2017/2018):
⇨ Um dos conselheiros com MAIOR ÍNDICE DE PRESENÇAS nas reuniões obrigatórias;
⇨ Palestrante voluntário em 5 eventos para o branches do PMI São Paulo no interior do
estado;
⇨ Responsável pelo Comitê eleitoral 2015 e 2017; ⇨ Participação ativa das discussões de interesse do Capítulo;
⇨ Participação em eventos nacionais e internacionais representando o PMI São Paulo; ⇨ Defesa constante de tópicos abordados no Conselho de Governança que buscam maior
entrega de valor a comunidade GP;

• COMO DIRETOR DE FILIAÇÃO (2013 a 2014):
⇨ Iniciamos a gestão em janeiro de 2013 com 3391 associados e em janeiro de 2015
entreguei ao meu sucessor 4182, crescimento de 20% em dois anos;
⇨ Defesa e realização do Prêmio Voluntario do Ano e realização dos 3 primeiros encontros
Voluntários do PMI São Paulo;
⇨ Busca e viabilização dos benefícios que agregam maior valor ao nosso associado;
⇨ Realização de palestras para divulgação do PMI São Paulo com temas que apoiam os
gerentes de projetos nos desafios do futuro e do presente, buscando mais percepção de valor da profissão;

• GERENTE DE PROJETOS DO SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE GP (2011 a 2012):
⇨ Defesa e realização do Prêmio Volunt'qrio do Ano e realização dos 3 primeiros encontros Voluntários do PMI São Paulo;

⇨ Se eleito conselheiro, defenderei o papel estatutário do Conselho, sua SOBERANIA para tomar decisões e sua POSTURA ATIVA e questionadora;

⇨ Se eleito conselheiro, defenderei os ajustes necessários no estatuto social do capítulo para que possamos garantir ainda mais o ACESSO e a PARTICIPAÇÃO DE NOVAS LIDERANÇAS;

⇨ Defenderei a criação de políticas que garantam ainda MAIS TRANSPARÊNCIA as ações,
decisões, escolhas e forma de uso dos recursos do capítulo;

⇨ Defenderei o fortalecimento e RECONHECIMENTO DOS VOLUNTÁRIOS ativos em nosso capítulo, fomentando seu entusiasmo em ser voluntário, em fazer parte da construção de uma comunidade próspera e altruísta;

⇨ Pretendo buscar juntamente a outros Capítulos no Brasil e no Mundo modelos de Governança de sucesso que possam ser implementados no Capítulo São Paulo;

⇨ Apoio ao programa de MENTORING e programas relacionados ao trabalho voluntário;

⇨ Busca e viabilização dos benefícios que agregam maior valor ao nosso associado;

⇨ Incentivo a criação de eventos/treinamentos que ajudem os gerentes de projetos nos desafios do futuro e do presente, na busca de agilidade, inovação e percepção de valor a profissão;

⇨ Cumprirei todas as funções descritas no Estatuto do Capítulo São Paulo do PMI referentes a posição Conselheiro de Governança:

(a) Assegurar que as políticas e atividades do PMI SP estejam de acordo com as leis e regulamentos; (b) Revisar e atualizar o Estatuto Social; (c) Valorizar os princípios do PMI® e PMI SP e do Código de Ética junto aos Associados do PMI SP; (d) Aprovar e acompanhar o Plano Estratégico; (e) Acompanhar a condução dos programas e atingimento das metas estabelecidas no Plano Estratégico do PMI São Paulo; (f) Garantir a execução dos projetos alinhados ao Plano Estratégico e Orçamentário do PMI São Paulo; (g) Desenvolver e manter um manual de políticas; (h) Aprovar e manter o Organograma do PMI SP; (i) Apoiar na resolução de conflitos; (j) Nomear anualmente 5 (cinco) integrantes para atuarem no Comitê de Ética; (k) Desenvolver e fornecer treinamento e coaching em código de ética, políticas, regulamentos, processos e boas práticas de gestão de voluntários; (n) Elaborar o Regulamento das Eleições; (o) Aprovar o Plano de Orçamento anual apresentado pelo Vice-Presidente de Finanças, bem como eventuais despesas que excederem 10% (dez por cento) do referido Orçamento; (p) Convocar Assembleia Geral, mediante assinatura da maioria absoluta de seus membros; (q) Elaborar, desenvolver e implementar o plano de sucessão e transição de suas atribuições.

TOP